Peneda

Posted on
Tagged , ,

After visiting Porto, we spent a few days in Peneda. This region is part of the bigger Peneda-Gerês National Park, which is still one of the purest natural areas of protected land in Portugal.

Photos don’t do it any justice; it’s impossible to capture such magnitude of untouched landscapes that change with every turn. The flat greenery suddenly gives place to tall harsh-edged mountains, which then transition into a moon-like landscapes in a blink of an eye, where waterfalls seem to bloom out of nowhere.

This is the spot where time stands still and that makes your appreciate how small we are in comparison with mother nature.

mutelife.com photo
mutelife.com photo
mutelife.com photo
mutelife.com photo
peneda-15@2x
mutelife.com photo
mutelife.com photo
peneda-16@2x
mutelife.com photo
mutelife.com photo
peneda-17@2x
peneda-18@2x
mutelife.com photo
mutelife.com photo
peneda-19@2x
peneda-20@2x
mutelife.com photo
mutelife.com photo
peneda-21@2x
mutelife.com photo
mutelife.com photo
Moi

The final shot

Hi there, welcome to my blog! I'm Filipe Varela, a designer at Automattic, and am passionate about photography and video. In this site I post photos from my journeys and daily ramblings — in sum, a slice of life. Browse through the archive or check the homepage for the latest posts.

  • Bruno Monteiro

    Absolute stunning, Filipe. Congrats, your photos always have a very clear “signature”.
    It’s been a couple of years since my last visit to Gerês… and I have to return. It’s such a beautiful place.

    • Thanks a lot, bud. I’d like to know what that “signature” looks like. :)

      Fantastic place, I wish I’d live there for a while.

  • Tiago Silva

    Ah, o belo Gerês, ainda fui lá em Junho e já tenho saudades, saudades do Gerês e Portugal :)

    Um pequeno segredo do Gerês, é uma lagoa que se chama Poço Azul, nem muita gente conhece mas vale a pena, mesmo que agora se tenha que caminhar uns 4 kms a pé. Uma piscina natural com talvez 3 metros de profundidade com um “azulês” incrivel.

    Agora eles meteram uma placa na estrada a dizer “Proibido passagem a veiculos, excepto a moradores e naturais da Ermida”, eu continuei porque eu nao sei como é que eles sabem que um carro pertence a um natural da Ermida ahah Se fores de carro até ao local máximo onde podes deixar-lo, sao mais ou menos em 2 kms.

    A meio do caminho tem um daqueles refúgios de pastores, uma casa em pedra, que tem uma fonte de água e mesas para quem quiser merendar, com uma vista fantástica e por vezes com cavalos do Gerês.

    De qualquer forma fica a dica. ;)

    • Tiago, soubesse eu que tinhas dicas e tinha perguntado antes! :D

      O problema é que, antes de irmos, eu procurei lagoas, ribeiras, praias fluviais, e piscinas naturais e encontrei muito pouco. Acho que tem que se ter muito conhecimento de “insider” para ir aos melhores spots.

      Mas não faz mal, o Gerês e a Peneda são sítios de visitar muitas mais vezes no futuro. É um sítio que merece explorar a fundo, e são tantos os recantos que uma pessoa nem sabe para onde se virar.

      Obrigado, e para a próxima chateio-te de certeza! :)

      • Tiago Silva

        Muitas delas realmente ainda são segredo, passam de boca em boca tirando as mais famosas, por isso talvez realmente seja difícil encontrar. Esta do Poço Azul só foi “descoberta” à pouco tempo pelas pessoas de fora, parece que antigamente já se conhecia de boca esta lagoa e as pessoas perguntavam aos pastores mas eles não diziam onde eram. Pelo menos foi o que ouvi dizer.

        Mas realmente se diz que podia-se perder um ano a visitar o Gerês e mesmo assim não ver tudo :)

        Mas na boa, para a próxima já sabes ;)

        Ali em cima parece ser o Bom Jesus em Braga, bonus points por causa de ser a minha cidade :D

        • Excelente, não sabia que eras de Braga! :)

          Sim, realmente ainda há muita coisa que só passa de boca em boca e, mesmo assim, há muitas que não se querem passar. Também acho que é isso que torna esta região tão mágica, ter este mistério todo à volta e a eterna vontade de explorar.

          • Tiago Silva

            Ya, born and raised :D

            Por isso se algum dia precisares de algum conselho acerca de Braga também já sabes. ;)

            De qualquer forma, um off-topic, um dia destes podias fazer um post aqui no teu website acerca de iniciação à fotografia ou alguns conselhos, algo assim :) Porque, eu sempre gostei de fotografia, e já me disseram que tiro bons planos, mas nunca tive dinheiro para investir numa boa máquina, por isso todas as minhas fotos acabam por ser do meu telemovél. E como vou ao Japão para o ano, acho que é uma tristeza ir lá e não tirar fotos com qualidade. Por isso estava a pensar comprar uma máquina que fosse boa, pequena e prática, tipo a tua Sony ou a tua Fujifilm, embora as duas sejam mesmo assim um pouco puxadas no preço :P E claro, convinha treinar antes de viajar ao Japão.

          • Epá, então já agora esclarece-me uma cena. Do Bom Jesus via-se um edifício grande, moderno, vermelho lá baixo. Satisfaz-me a curiosidade e diz-me lá que raio é aquilo porque não consegui perceber. É um hotel?

            Já pensei fazer isso várias vezes, mas 1) não tenho jeito para escrever essas cenas, 2) apesar de ser um gearhead acho sempre que vou chatear o pessoal, e 3) não acho que esteja em posição de “ensinar” o que quer que seja! :D

            Além disso tudo, acho que a fotografia é daquelas coisas muito subjectivas e só com muita prática é que uma pessoa começa a desenvolver gostos, preferências, e claro o olho. Tens as tuas fotos em algum sítio que eu possa ver?

            Em termos de máquina, eu esperava para comprar uma no Japão. Consegues preços de segunda mão MUITO bons e este sítio é digno de visita de qualquer forma: https://www.mapcamera.com/html/worldguide/english_page.html

            Há algumas desvantagens: algumas marcas só distribuem máquinas com menus em Japonês no Japão (como é o caso da minha RX1), e não tens tempo para aprender a câmara antes.

            Não sei qual é o teu budget, mas eu optava para uma mirrorless pequena (porque isso de andar com uma DSLR gigante às costas já era), se gostares até pode ser uma com objectivas intermutáveis. Aí pelos 500 euros já começas a encontrar cenas porreiras: http://www.colorfoto.pt/loja/camaras-fotograficas/camaras-csc-rangefinder/?p=1&vista=listagem&ordem=precosasc&n=25 Senão, uma mesmo compacta que pelos 350 já tens cenas com boa qualidade: http://www.colorfoto.pt/loja/camaras-fotograficas/compactas-digitais/?p=1&vista=listagem&ordem=precosasc&n=25

          • Tiago Silva

            Tenho de dizer que não sei mesmo, estive lá hoje e tentei ver esse prédio mas não encontrei :s Até perguntei ao pai da minha namorada que conhece imensas coisas de Braga e ele também não estava a ver que edifício seria esse. Vi apenas um que era pequeno e vermelho, mas parecia ser um simples prédio de apartamentos.

            Ah, é pena, de qualquer forma eu acho que ia gostar de ler :)

            Por acaso não tenho armazenado em lado nenhum tirando no meu computador ou algumas no facebook. Mas realmente depois quando arranjar uma máquina em condições as ponha no flickr ou faça um website pessoal como tu :D

            Eu sei, eu quando vi os teus posts acerca disso no Japão pensei em comprar também como tu nessa mesma loja! Mas realmente assim ia para lá sempre treinar, dava jeito ter uma antes para ir treinando.

            Exactamente, eu não quero mesmo andar com uma DSLR às costas, já me chega uma mochila com o lanche. Acerca do budget realmente diria por volta dos 500 mas talvez se valesse mesmo a pena, podia dar um bocado mais. Porque eu sempre acho que também não vale a pena dar um Ferrari para as mãos de alguém que acabou de tirou a carta de condução, por isso, mais vale começar com uma máquina não tão cara mas boa e no futuro quando tiver mais experiência realmente uma máquina realmente boa como a tua. Por isso podes-me dizer que máquinas fotográficas aconselhas para mim :)

            Esse website da colorfoto é parece ser bastante bom, tem imensas escolhas, é confiável?

          • É capaz de ser esse o prédio sim, não era grande mas como era vermelho evidenciava-se, visto de cima.

            Sim, a Colorfoto é de completa confiança e é a melhor loja física que conheço no país inteiro. É uma B&H Tuga :D

            Por esse preço aconselho-te a Sony RX100 II: http://www.colorfoto.pt/loja/prod/sony-cyber-shot-rx100-ii-m2/4905524948684/ ou a III (Mark 3), mas essa eles não têm no site. A Fnac tem as duas, e a grande diferença entre elas é que a objectiva é mais rápida no modelo mais recente. Se tirar fotografias com pouca luz for uma preocupação, vai pela 3.

            Não costumava gostar de Sony, mas contra factos não há grandes argumentos, e eles têm feito modelos de qualidade atrás de modelos, portanto diria que é uma boa aposta.

            Com esse budget também consegues comprar uma DSLR muito fixe, mas lá está… :)

          • Tiago Silva

            Parece muito bom o site, é pena que agora já não vivo em Portugal, por isso mesmo a fnac já não dá. :P

            Mas obrigado pelas recomendações :) realmente tecnologia japonesa tem sempre uma excelente qualidade e a Mark III parece muito boa.

            De qualquer forma, o que achas da Sony A6000? Parece um sonho :D Encontrei bons reviews acerca da qualidade/preço. É que ainda para mais vi que aqui na Amazon está em desconto de 170 euros e por isso em vez de 800 euros ficava por 630! E gostei do aspecto da lente, em que ela parece ligeiramente parecida com a tua. Mas pronto isto sou eu a falar que sou um noob nestas coisas :)

            Um off-topic:
            Eu neste mês já ia marcar os alojamentos para o Japão e nós estamos aqui um pouco com dúvida acerca de quantos dias vamos reservar apenas só para visitar Kyoto e Tokyo.

            Nós como vamos 3 semanas temos muito tempo de sobra, por isso estávamos a pensar em “reservar” 5 dias para ver cada cidade, ou seja, não está incluída os dias que vamos fazer day-trips fora das cidades. Agora, não sabemos é se é um bocado demasiado para Kyoto, pelo menos. Mas depois eu leio o travel guide e parece que existe mil e um templos para visitar e que 5 dias é o ideal.

            Se calhar 5 dias só para visitar a cidade de Tokyo vale a pena, temos sempre bairros que podemos nos perder :)

          • Essa A6000 parece muito fixe, com a excepção da objectiva por não ser assim tão rápida. Mas é um excelente package com um sensor grande, AF rápido, etc. Overall, parece-me uma boa aposta!

            Por um lado, acho 5 dias em Kyoto um bocadinho demais por ser uma cidade relativamente pequena. Mesmo se quiserem fazer a rota dos tempos à volta da cidade e ver a floresta de bamboo em Arashiyama acho que se faz em menos tempo.

            Por outro lado, é a primeira vez e de certeza que apetece explorar todos os cantos de Kyoto, portanto desde que haja budget fiquem 5 ou até mais dias. Especialmente (!) se conseguirem um ryokan por uma noite — é daquelas loucuras caras, mas é inesquecível.

            Em relação a Tokyo nem consigo dizer porque eu perco-me (literal e figurativamente) nessa cidade. A cada esquina há qualquer coisa de interessante, energias diferentes pelos diferentes bairros, sempre mais e mais por descobrir e explorar. :) Claro que não deixem de ir nesses one day trips para fora, porque há muita coisa pequena que vale bem a pena (Enoshima, Kamakura, Nikko, Shirakawa, Takayama, etc.).

          • Tiago Silva

            Então entre a Mark III e a A6000 qual é que preferias? A objectiva não ser muito rápida afecta em quê precisamente? Velocidade em que se tira a foto? Isso é um “defeito” muito grande?

            De qualquer forma acho que posso aumentar o budget para os 800-850 euros mais ou menos, porque como na Amazon estão em desconto, por isso ficam mais baratas de qualquer forma. Por isso se nao te importasses até esse valor, quais é que preferias agora? Ou continua na mesma a Mark III uma melhor aposta?

            Hum, acerca de Tokyo, então acho que vamos reservar mesmo 5 dias só para a cidade então. As one-day trips já estão practicamente todas escolhidas de qualquer forma :D

            Acerca de Kyoto realmente não sei. Se calhar até era bom continuar a reservar uns 5 dias e se acharmos que são demasiados, podemos tirar um dia para fazer um one-day trip para um cidade qualquer (Hiroshima ou Kanazawa, por exemplo) sendo que Kyoto fica mesmo no centro de Kansai e de lá dá para ir para muitos lados. :) E o ryokan vai ficar para Hakone para puder misturar o alojamento tipicamente japonês com onsens :D

            Já agora peço desculpa por estar a escrever tanto neste teu post da Peneda, não sei se te importas com isso. De qualquer forma não sei onde deveria escrever. Eu cliquei ali em cima na página nos três traços que deveria ser as opções ou coisas extras para ver se tinha algo de contacto privado por exemplo, mas não acontece nada por acaso, por isso não sei se é um bug ou assim :P

          • Oops, sorry! Quando falei na A6000 tinha visto com um objectiva, mas como é interchangeable consegues arranjar qualquer lente com E-Mount, portanto não é de todo uma limitação.

            Entre essas duas acho que ia mesmo para a A6000 porque, lá está, dá para mudar objectiva, tem um sensor bem maior (melhor em low-light, mais desfoque no background, menos noise), e acho que já é uma máquina bem fixe para aprender bases a sério. A RX100 é fixe, mas é compacta, portanto não tens tanta flexibilidade.

            A única coisa que faria era pesquisar uma objectiva que maximize a câmara, tanto em termos de imagem como de flexibilidade para ti. Aqui tens boas opções para primes (lentes com ângulo focal fixo) — http://www.dxomark.com/Reviews/Best-lenses-for-the-Sony-A6000-Primes-and-Zooms/Best-prime-lenses-on-the-Sony-A6000 — mas também tens aí uma tabela para objectivas zoom (mais flexibilidade, mas não costumam ser tão excelentes).

            Acho um excelente plano, 5 dias em Kyoto para primeira vez dá para ver tudo com calma e aproveitar a vida da cidade. Se acharem que é tempo demais fazem isso que disseste. :)

            Não me importo nada, mas isso do menu não é suposto acontecer. Que browser/OS estás a utilizar? Se preferires, podes enviar mail: keoshi (at) keoshi.com. :)

          • Tiago Silva

            Ya, foi por isso que gostei dela! A objectiva não é fixa, mesmo que me sinta muito insatisfeito com ela posso sempre comprar outra :) De qualquer forma, a velocidade de disparo se calhar é uma coisa que não me vai prejudicar muitas vezes, acho que realmente não tiro muitas fotos que requeiram um disparo rápido. Logo se verá.

            É só pena que em comparação com a RX100 seja mais pesada 100 gramas e seja mais comprida 2 cm e larga 1 cm. Mas talvez seja compreensível por ter uma objectiva maior.

            Realmente eu costumo ter passo acelerado a visitar cidades mas desta vez vou mesmo fazer tudo com calma e entrar no espírito Zen :D

            Na boa. Era o Firefox, já reparei que arranjaste ;)

          • Olha, entretanto estive a ver mais umas cenas sobre a câmara e encontrei esta review feita por uns Canadianos que são sempre muito objectivos e imparciais: https://www.youtube.com/watch?v=llmciAKNq9c Parece-me uma excelente aposta e em termos de velocidade de focagem dá o banho à minha RX1!

            O que falei da rapidez é ter uma boa objectiva que permita grandes aberturas (tudo o que seja menor de f/2.8 já é muito bom). Se não te importares de ter uma objectiva sem zoom eu ia mesmo para uma prime. São sempre mais sharp, mais “rápidas” como expliquei, e obrigam-te a compôr a fotografia movimentando os pés em vez de rodar o anel de zoom. :)

          • Tiago Silva

            Obrigado pelo video :) estou tentado em comprá-la mesmo. De qualquer forma só me foquei a ver máquinas Sony, já que as gabas tanto :P

            Mas não sabia que a tua objectiva era fixa pensei que era interchangeable. Realmente, estou mesmo naquela que não percebo mesmo de lentes. Eu por exemplo olho para a Mark III dá-me a sensação que até teria uma lente melhor até porque parece ter uma abertura até 2.8 como disseste. Não consigo entender se a lente que vem de base com A6000 é boa ou não honestamente. E depois no video eles estavam a usar um lente muito boa aparentemente, por isso seria interessante ver com a “lente base” se os resultados mudam muito.

            E depois a coisa que não entendo é: se vou ao site da sony.pt a Mark III aparece numa secção que se chama “Ideal para profissionais” e a A6000 encontra-se na secção que diz “Amadores avançados” e “Fotografia casual”. Por isso ainda com mais dúvida fico.
            Depois, se pesquisar ao nível dos preços ás vezes aparece a A6000 com preço mais barato do que a Mark III (talvez por causa de vir com uma objectiva mais fraca?), por vezes, A6000 aparece mais cara devido a ter outras lentes.

            Por outro lado, se escrever no Google a típica pesquisa “Best mirrorless cameras” aparece aquelas listas de câmaras top 10 e pelo menos a A6000 entra sempre nelas, mesmo que apareça a meio da tabela (também a metem a competir com umas mais caras, mas, ás vezes uma Fujifilm ou Olympus com preço equiparável estão sempre em posição superior). Enquanto que a Mark III nunca vi.

            Eu sei que estas listas muitas vezes são facciosas, por isso prefiro confiar em ti. :D

          • Bem, em primeiro lugar nunca confiar em sites de marketing que têm uma divisão de produtos tão non-sense como este da Sony! Segundo, a Mark III é mais recente, sim, mas a A6000 tem um sensor maior e a capacidade de mudar as objectivas. Estamos a comparar uma point and shoot com uma mirrorless interchangeable — não acho que haja muito a comparar. :)

            Daí que também não a encontres nas listas de “mirrorless”, porque a Mark III não conta como uma mirrorless. Apesar de realmente não ter espelho, tem um sensor pequeno e não permite mudar de lentes. Já a RX1, apesar de ter uma lente fixa, o sensor compensa a nomenclatura “mirrorless”, por exemplo.

            A Mark III tem a vantagem de ser uma câmara muito, muito popular que já vai na quarta iteração (Mark IV lançada este ano), a A6000 tem um form factor que não é tão atractivo porque o pessoal agora habituado a andar sempre com os telemóveis no bolso quer é coisas pequenas, e a qualidade ou features ficam sempre para segundo plano.

            Agora, uma coisa é verdade, a A6000 pode ser uma câmara muito boa, ou pode ser uma câmara mediana. Tudo vai depender da objectiva que lhe meteres à frente. E já que consegues o corpo com desconto por um preço fixe, eu investia numa boa lente prime que te permita tirar excelentes fotografias em todas as situações. Seja como for, vale sempre mais a pena investir em lentes do que em câmaras. Pensa se um dia mais tarde quiseres vender um rim investir numa Sony A7R II, já tens uma grande lente para fazer par!

          • Tiago Silva

            Ah, pois, eu tinha essa dúvida! Eu realmente estava a achar estranho a Mark III ser uma mirrorless.

            Infelizmente é verdade, mas realmente prefiro ter muitas opções e ter liberdade para fazer o que eu quiser :)

            Mas isso é uma boa dica, investir em lentes e não em câmaras. Por isso realmente uma câmara com objectivas interchangeable é uma excelente opção. Acho que estou completamente decidido a comprar a A6000. :)

            Agora, não sei se compro com a lente que costuma vir em pack ou comprar apenas a estrutura. Na Amazon só a estrutura fica a 500 euros mais ou menos. Com 200 euros compra-se uma lente boa? Ou pelo menos melhor que a que vem de base? Pelo menos no link que me deste tem uma por 239 dólares que tem F2.8, 60 mm.

            Sem dúvida, vi essa A7R II e gostei muito, realmente depois da A6000 parece ser um salto natural para quem for evoluindo gradualmente.

          • Acho que fazes uma excelente escolha com a A6000. Em termos de objectivas aconselho-te mesmo uma prime, tanto por ter melhores resultados em termos de imagem, como por ser uma ajuda gigante em perceber como tudo se relaciona (abertura, shutter speed, iso, composição, etc.) — é daquelas coisas impagáveis.

            Portanto, a minha primeira recomendação vai para a Sony 35mm f/1.8, a melhor prime equivalente a 50mm que podes comprar: http://www.bhphotovideo.com/c/product/892387-REG/Sony_sel35f18_35mm_F_1_8_Optical_Steady.html

            Repara no que esta combinação consegue fazer: https://www.flickr.com/photos/mandylovefly/14751766733/ e já agora vê também o album dela da A6000 para ficares ainda mais babado: https://www.flickr.com/photos/mandylovefly/albums/72157645746926086

            Se achares que é um valor puxado, dentro do mesmo ângulo de visão tens esta da Sigma: http://www.bhphotovideo.com/c/product/918899-REG/sigma_30mm_f_2_8_dn_for.html É uma objectiva mais lenta (f/1.8 vs 2.8), mas também muito boa.

            Ambas têm um ângulo de visão equivalente a 50mm, que dizem ser igual ao olho humano, mas que pode, em alguns casos, ser um bocadinho mais fechado do que se quer. A minha primeira objectiva foi 50mm e não me arrependo de nada, mas hoje em dia prefiro um ângulo um bocadinho de nada mais wide: 35mm. Este é o ângulo usado na maior parte das fotografias de rua que se vê por aí, é um ângulo natural: nem muito wide nem muito fechado, mas o suficiente para dar contexto à imagem.

            Dentro deste ângulo tens a Sony (Carl Zeiss Sonnar) 24mm f/1.8 que é uma objectiva para vida, mas cara: http://www.bhphotovideo.com/c/product/818647-REG/Sony_SEL24F18Z_SEL24F18Z_24_mm_f_1_8.html

            Senão, tens esta opção da Sigma com f/2.8 e com equivalência a 28.5mm (já um bocadinho wide): http://www.bhphotovideo.com/c/product/918897-REG/sigma_19mm_f_2_8_dn_for.html

            Foi desta que confundi mais do que ajudei? :D

          • Tiago Silva

            Sem dúvida, ouvi dizer isso, que para quem quer começar a aprender a melhor coisa é ter uma lente fixa. Por isso, acho que vou comprar uma prime mesmo. :)

            De qualquer forma não sei se compro na mesma o pack com a lente zoom incluida. Porque preferia comprar a máquina pela Media Markt só por causa de ser um item caro, se houver problemas com a máquina é sempre mais fácil ir à loja do que comprar pela Amazon e ter que enviar pelo correio o equipamento. O que até se pode perder no caminho, sei lá, aconteceu-me com um livro.

            Só que nas lojas não vendiam só a estrutura, tenho de comprar com a lente zoom mesmo. Mas acho que não é mau, se por acaso tiver que dar algum zoom numa situação qualquer, já tenho a opção. Mas realmente assim já não compro uma prime tão cara, infelizmente. A menos que, deixava a prime para comprar no Japão onde compraste a tua máquina ahah

            Gostei mesmo da fotos da rapariga e da combinação com aquela lente, é muito boa, vou começar a segui-la. Agora, tenho é de aprender a tirar fotos como ela ahah :) 400 euros pela lente até me parece aceitável, é mais só por causa de não querer gastar tanto dinheiro de uma vez, até porque, para a semana vou comprar os alojamentos do Japão e depois na próxima vou andar pela Bavaria :) Talvez espere mesmo pelo Japão e vou treinando com a lente zoom, mas sem nunca fazer zoom. Tentando imitar a lente fixa, basicamente.

            Mas já agora obrigado, pelo menos já tenho a câmara decidida por tua causa e aprendi muitos conceitos novos, acerca das lentes e etc. Se um dia passares pela Alemanha ou por Braga (se tiver por lá) avisa que eu pago-te um copo eheh

          • Hah, will do for sure! Por acaso temos planos para ir ainda este ano à Alemanha, mas vai ser só Berlim. Não sei onde estás exactamente, mas se estiveres a pensar dar um passeio por lá avisa.

            E de nada, qualquer coisa já sabes, apita e falamos! :)

          • Tiago Silva

            Estou perto e longe ao mesmo tempo, em Hannover. Mas por acaso o meu irmão vem aqui me visitar em Dezembro e vamos a Berlim :)

            Já agora, uma dica acerca de Berlim, eu por acaso descobri à pouco e tenho pena de não ter ido lá quando visitei Berlim, mas um one-day trip fixe a partir de Berlim é visitar Potsdam, fica apenas a 40 minutos de S-Bahn acho eu, e tem uns palácios que parecem fixes ;)

          • Boa dica! Nós vamos em dezembro também, mesmo no final do ano. Depois na altura falamos para ver se estamos lá ao mesmo tempo, era fixe encontrar e fazer um photo walk ao frio! :D

          • Tiago Silva

            Ah, então não vai dar porque eu vou no meio, por volta de 14 a 16. E depois no dia 17 volto para Portugal para o Natal e Ano Novo. :) De qualquer forma fica o sentimento eheh

            Ah, e eu vou a Munique daqui a uma semana, ver como é o Oktoberfest pelo menos um dia, depois vou visitar a cidade e o Neuschwanstein. Já vi que tens fotos da Bavaria, por isso se souberes de algo em especial por Munique avisa :)

            Ah, e só mais uma coisa, tens alguma link ou fonte que tu gostes especialmente para aprender a melhorar e a retocar as fotos no Lightroom? Senão simplesmente procuro algo no Youtube, era mais se soubesses de um que fosse verdadeiramente bom.

          • E não é que tinha mesmo um bug…! Obrigado por dizeres, já deve funcionar. :)